X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Equipe brasileira se destaca em competição de mediação na França

Técnicos da NEAPI-UFES são colaboradores da D'Acordo

Por Mariana Faria | Comunicação D'Acordo Mediações dia em Blog

Equipe brasileira se destaca em competição de mediação na França
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Chegar na maior competição de mediação do mundo, promovida pela Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês), já é um feito a se comemorar. As batalhas entre as equipes para conseguir o passaporte com destino a Paris, na França, onde o evento é realizado todos os anos, requerem muito preparo técnico, talento e resiliência para enfrentar cada uma das concorridas etapas.

Agora imagine um estreante trazer na bagagem de volta ao Brasil o título de melhor equipe da América Latina na ICC 2018? A equipe do Núcleo de Estudos em Arbitragem e Processo Internacional da Universidade Federal do Espírito Santo (NEAPI-UFES) pode comemorar e se orgulhar da conquista! Dos 66 participantes, o grupo ficou entre as 8 melhores universidades do mundo na competição. ​

Engana-se quem pensa que essa vitória é a famosa sorte de principiante. Mesmo com menos de 6 anos de existência, a NEAPI-UFES já coleciona outra vitória. Em 2017, a equipe foi campeã da II Competição de Mediação Empresarial da Câmara de Arbitragem Empresarial (CAMARB), a maior do gênero na América Latina, com as oradoras Julia Leão e Carolina Stange,

O sucesso pode ser atribuído a um rigoroso processo de seleção dos participantes e à dedicação dos técnicos da equipe, dos quais três deles são atuais colaboradores da D’Acordo Mediações. Neste ano, os coachs foram Helder Correa Marcellino, Bárbara Seccato Chagas, Luiza Nogueira Barbosa e Roberto Baumgarten Kuster.

Segundo o coach e mediador Roberto Kuster, o trabalho é desenvolvido durante o ano todo e a etapa mais importante, após o recrutamento dos alunos, é a seleção dos oradores que irão participar das competições, travando debates sobre casos de estudo fictícios em uma mediação empresarial. A desenvoltura e a capacidade de expressão são um diferencial para o profissional que atua nessa área.  

Ainda de acordo com Kuster, esse tipo de evento requer uma atuação técnica impecável e “dá a oportunidade ​de observar as boas práticas da mediação no âmbito internacional”. O coach destaca que a área é promissora no Brasil, porém ainda necessita de investimentos na formação de bons mediadores, processo que, segundo ele, deve começar dentro das universidades com a inclusão de disciplinas específicas na grade curricular.

A mediação é uma das formas de Alternative Dispute Resolution (ADR), ou Resolução Alternativa de Conflitos, que tem sido aplicada com sucesso nos conflitos empresariais. O método consiste na eleição de um mediador que irá ajudar as partes a construir uma solução conjunta para a disputa comercial, sem necessitar, portanto, da intervenção da justiça.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: